Sergio Weinfuter

há 2 anos · 7 min. de leitura · visibility ~100 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

Amazônia: Preocupação com a preservação do meio ambiente?


Amazônia: Preocupação com a preservação do meio ambiente?

Imagem:  https://www.google.com.br/search?q=floresta+amazonica&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjGgbzK0Z7kAhVJIrkGHQuFCAIQ_AUIEigC&biw=1093&bih=461#imgrc=kvFyykMiNLaWrM:



Venho acompanhando com certa surpresa as notícias que veicularam na imprensa brasileira e mundial, nas últimas semanas. Todas elas se dizendo estarrecidas com a devastação da floresta amazônica brasileira, fato este que fez a comunidade Europeia reagir e a Alemanha retirar seu apoio financeiro, seguido pela Noruega que financiava 90% ou pouco mais que isso.


Ambos os países se disseram decepcionado com atual política do Brasil em relação ao meio ambiente e a devastação da floresta. O protesto de tais países tomou uma direção inusitada e logo todos os países da comunidade Europeia estavam protestando e países como os Estados Unidos também entraram na brincadeira.


b8370881.jpgAs queimadas que todos os anos acontecem na mata amazônica agora estão sendo noticiadas nas capas dos jornais e revistas especializadas de todo o mundo. Rádio e televisão puxam o tema para cima com os constantes repórteres sobrevoando locais das supostas queimadas, fazendo links ao vivo, informado seus telespectadores do quem acontecendo em loco com a floresta, minuto a minuto.


Os americanos ofereceram auxílio para tentar combater os incêndios e a comunidade europeia fala em boicote aos produtos do agronegócio brasileiro, que segundo eles “é um negócio de destruição do meio ambiente”. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro chegou a ser chamado de mentiroso pelo presidente da França, Emmanuel Macron.


Várias celebridades de fama mundial se manifestaram sobre o problema, destaques para  o piloto inglês de fórmula 1 Lewis Hamilton e o jogador de futebol português Cristiano Ronaldo. Ambos fizeram comentários utilizado suas redes sociais, publicaram fotos sobre as queimadas na mata. Infelizmente para eles as fotos publicadas não são dos incêndios atuais e uma delas nem é da floresta amazônica. Mesmo assim eles engrossaram o coro de quem pede uma providência ao governo brasileiro e também uma posição sobre o que está acontecendo.


As pessoas saíram as ruas em protestos por todo o Brasil, levando em suas mãos cartazes com disserem sobre a preservação da amazônia e gritavam palavras de ordem. Em vários países pelo mundo afora aconteceu o mesmo, pessoas saíram as ruas para protestar. A maioria destas pessoas possivelmente nunca entrou em uma floresta e muito menos plantou uma árvore, moram em seus confortáveis apartamentos e quando não, vivem em comunidades de favela que também devastam as florestas no mundo a fora


Todos ligam seus carros para saírem trabalhar ou passear diariamente. Também todos utilizar ar-condicionado para se refrescar, ligam seus fornos micro-ondas para cozer seus alimento. Ao fazerem suas compras trazem milhões de embalagem para suas casas, as descartam, na maioria das vezes, de forma inapropriada, utilizam energia elétrica e água a vontade, mas agora, todas estão dizendo – se preocupadas com a preservação da floresta amazônica.


d7d9e07f.jpgO presidente brasileiro saiu em defesa de sua política de preservação do meio ambiente no cenário mundial, rebateu as críticas até quanto pode, contestou resultado de pesquisas e até exonerou o responsável pela divulgação do relatório. Mostrou-se diversas vezes irritado com as crescentes perguntas dos repórteres e com a reação da comunidade Europeia, que se julga no direito de dizer o que um país tem que fazer com os seus recursos naturais. Hoje o Brasil está com sua imagem internacional arranhada e correndo o risco de um grande boicote por parte de seus parceiros comerciais da Europa. Mas como chegamos a isso?


Tudo começou com divulgação de um relatório do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) sobre a atual devastação da floresta amazônica. Com menos repercussão o relatório vem sendo produzido pelo instituto e divulgado anualmente e quase ninguém presta muito atenção, mas desta vez, o presidente brasileiro contestou os dados divulgados pelo órgão, levantando protesto da Noruega e Alemanha, países que apoiaram financeiramente a tentativa de preservação da floresta.


Com a divulgação dos dados e a contestação do presidente, o desgaste que se seguiu com o diretor do instituto Ricardo Galvão chamou atenção, não somente da imprensa brasileira, mas também de órgãos ligados a comunidade internacional. Todos já estavam meio ofendidos com o recente corte de verbas feito pelo presidente brasileiro na área ambiental.


Desta forma com crescente repercussão internacional sobre o problema, todos passaram a prestar mais atenção a crescente devastação da floresta amazônica e a queimada da mata que acontece todos os anos sem muito alarde, mas desta vez, tomou proporções épicas. A floresta amazônica sempre existiu no país, mas parece que somente agora o mundo tomou conhecimento dela.


1f04caaa.jpgHá anos que todos sabem que a floresta amazônica vem sendo devastada legalmente ou ilegalmente, que todos os dias é perdido aproximadamente um campo de futebol ou mais que isso, de material vegetal. As árvores seguem sendo cortadas a décadas, as queimadas seguem seu curso todos os anos e a cada dia mais invasores seguem silenciosamente seu caminho de destruição mata a dentro.


Órgão que deveriam fiscalizar não fiscalização e ONGS criadas e mantidas para este fim também não ajudam em nada. Poucos são os que têm realmente interesse pela preservação da mata, dariam suas vidas por ela. Muitas notícias que foram veiculadas na imprensa brasileira chamaram  atenção sobre envolvimentos dos órgão do governo na devastação do meio ambiente, são comprados de todas as formas, facilitam a saída de caminhões carregados com madeira da região e se escondem nas desculpas antiga de falta de verbas para fiscalização, mas na realidade estão envolvidos na destruição da floresta até o pescoço, o mesmo acontecendo com boa parte das ONGS. O IBAMA é uma piada!


O ano de maior queimada da floresta amazônica foi em 2016, quando foram registrados 17.993, mas poucas pessoas fora da área de atuação ambiental ficaram sabendo ou prestaram atenção. Ninguém ligou para o fato, não houve protesto no Brasil e muito menos no mundo. Com maior ou menor intensidade a floresta continuou sendo incendiada ano a ano e poucas pessoas deram importância ao assunto.


Então porque agora, de um momento para o outro, o mundo descobriu as queimadas na região? Que intenções ocultas se escondem no meio de toda esta bagunça, desta tremenda confusão? Estão mesmo preocupados com a floresta ou tem algo indizível, algo inconfessável por trás de todo este alvoroço?


A comunidade Europeia que hoje tenta se dizer exemplo, nunca foi o melhor exemplo de preservação, é somente olhar um pouco para a história e se não conseguir encontrar nada, posso lembrar alguns fatos. Com o descobrimento do Brasil em 1.500 pelo português Pedro Álvares Cabral, logo que conseguiram ganhar a confiança do nativo que habitava estas terras, começou a devastação da floresta Atlântica. Uma das primeiras atitudes dos portugueses foram cortar uma árvore para realizar uma missa, a primeira missa rezada no que viria a ser o Brasil.


79d9b4cf.jpgNa sequência vieram navios e mais navios, carregaram a madeira de nossas matas, escravizaram os nativos, obrigaram a devastar a floresta e ninguém se sentiu ofendido com isso, exceto os nativos brasileiros. Agora os portuguêses fazem protesto por outra floresta, mas esquecem que onde encontraram terras e colonizaram em sua história, devastaram todo o território. Hoje fica fácil protestar, mas esquecem de olhar para sua história, uma história de devastação, uma história de agressão ao meio ambiente, em todos os lugares por onde passaram e ainda passam.


A Noruega atualmente não parece pensar em preservar a natureza com tanta intensidade em sua latitude como defende a preservação da amazônia. Segundo Pellegrini (2019) em seu site Olhar animal, “O país mata mais baleias do que o Japão e a Islândia juntos. Para comer? Não. Para fazer ração para seus animais domésticos, cachorros e gatos, e para suas criações de animais de pelagem rara, visões, chinchilas, raposas, martas. Sim, pois a Noruega é tão rica que seus habitantes ainda podem se permitir o luxo de usar casacos de peles. E as peles que sobram são exportadas a peso de ouro.”


O mesmo país explora petróleo em larga escala em paraísos terrestres e não ficam nem um pouco constrangido em poluir o meio ambiente em sua exploração, mas dizem ter interesses em preservar a mata amazônica. Imaginem se ela fosse próximo da Noruega ou mesmo fizesse parte dela, como seria o discurso deste governo que hoje jura contribuir com a preservação da floresta sem pensar obter algo em troca. Nem conseguem se conter com a natureza que herdaram imaginem com a dos outros países.


A Alemanha que também se achou ofendida com a posição do governo brasileiro e retirou sua contribuição para o fundo de preservação da floresta amazônica, também não é um exemplo de conservação a ser seguido. Somente no século passado este país foi o estopim de duas grandes guerras que devastaram boa parte da Europa, levando a vida não somente a milhões de vítimas humana, mas também ocasionando devastação ambiental em larga escala.


Ou seja, os dois países que fizeram toda a mobilização para que o Brasil preservasse suas reservas florestais, não fizeram o mesmo em seu território, mas tomam atitudes hipócritas contra o nosso país e falam para o mundo que o agronegócio brasileiro é um destruidor da biodiversidade, um destruidor de florestas, destruidor da natureza e precisa ser combatido.


9892b2c0.jpgSe olharmos  um pouco mais atentamente conseguimos encontrar várias empresas devastando as florestas pelo mundo afora. Em Madagascar a natureza vem sendo devastada em larga escala e seus animais endêmicos da região estão desaparecendo para sempre. O mesmo acontece com as florestas em grande parte da África, destacando-se a grande floresta do Congo que vem diminuindo a cada ano, mas ninguém está falando sobre isso. Boa parte das empresas que estão explorando as riquezas destes locais, são empresas multinacionais. Os recursos são retirados do local de origem, ficando para os nativos a devastação de seu meio ambiente, mas ninguém parece encontrar motivos para protestar.


Muitas destas empresas são de origem Europeia, mas enquanto estão ganhando dinheiro, pouco importa a preservação de algum tipo de meio ambiente. Nas Américas a coisa também não é diferente. Faz anos que o governo do Equador faz loteamento de suas florestas para que empresas estrangeiras explorem ouro e outros minerais preciosos em solo equatoriano, levando consigo não somente os minerais, mas também, toneladas de árvores.


Tanto Colômbia, Venezuela e as Guianas vem explorando em larga escala a mesma floresta amazônica, mas o mundo não está preocupado com isso, pois são empresas estrangeiras que estão fazendo “uso” destes recursos naturais. Enquanto devastam as matas, ganham milhões de dólares e tudo fica certo.


Portanto ninguém está sem culpa para atirar a primeira pedra e mesmo os Estados Unidos que falaram em auxiliar no controle dos incêndios da floresta, não estão livres destes pecados. Os Estados Unidos não conseguem controlar um incêndio nem dentro de seu próprio país, sua própria casa. Sem falar nas empresas americanas de petróleo e exploração de metais preciosos que atuam mundo afora, devastando milhões de hectares de florestas.


Não faz muito tempo que um grande incêndio devastou grade parte de área de florestas americanas e em sua passagem queimou casas, carros, estradas e pessoas. Tiveram grandes dificuldades em controlar o incêndio quando conseguiram, milhares de pessoas estavam desalojadas. Onde houver natureza intocada suas empresas estão tentando concessões para explorar os recursos naturais, até nos confins da terra. Nem o extremo inverno do ártico detêm os intrépidos americanos.


1dfaa642.jpgEm seu próprio território devastaram grandes áreas de florestas na exploração de pedras preciosas e petróleo, massacraram o nativo que fazia parte da terra a milhões de anos e não contentes, saíram de seu território e promovem a devastação no mundo inteiro. Sem falar em suas guerras onde bombas são lançadas acabando não somente com as florestas, mas também com tudo em seu caminho. Se alguém tiver dúvidas pergunte ao povo do Vietnã ou ao povo Japonês e mais recentemente ao povo afegão, iraquiano ou iraniano, etc...


Portanto esta onda de protestos no mundo contra o Brasil, fazendo de nosso país o único vilão da devastação de florestas do planeta está longe da realidade, soa mais como hipocrisia do que um interesse real de preservação. Todos os seres humanos são culpados pela devastação do planeta terra, ninguém é inocente, mesmo que pensem o contrário.


Preservar é necessário para a sobrevivência do homem no planeta, mas não depende de um único país ser o salvador do mundo. Todos precisam contribuir e não somente um lugar ficar parado no tempo e com isso dizerem que estão preservando a natureza no mundo, a floresta amazônica, o pulmão do planeta terra. Todos precisam se unir para preservar!


Caso contrário todo este barulho em nada contribuirá com a preservação da natureza e os países fazendo o inverso do que discursam, todos estão sendo hipócritas consigo mesmo. Hoje será que todos estão realmente preocupados com a preservação da floresta amazônica ou somente estão tentando ganhar tempo antes de explorar os seus recursos e levar os lucros para seus países? Isso já aconteceu no passado e porque não poderia se repetir agora?


A floresta amazônica é do povo brasileiro, tirem os olhos dela!


Para saber mais:

PELLEGRINI, Luis. Massacre das baleias na Noruega, ‘país mais feliz do mundo’, a matança prossegue.

Disponível em: https://olharanimal.org/massacre-das-baleias-na-noruega-pais-mais-feliz-do-mundo-a-matanca-prossegue/ Acesso em: 25/08/2019


thumb_up Relevante message Comentar
Comentários

Mais artigos de Sergio Weinfuter

Ver blog
há 10 meses · 5 min. de leitura

A teoria do caos

Imagem: · https://sergiorbtorres.blogspot.com/2014 ...

há 1 ano · 4 min. de leitura

Quando os deuses se enfurecem com os seres humanos, eles atendem a seus pedidos

Imagem: · https://www.mapinguanerd.com.br/receitas ...

há 1 ano · 5 min. de leitura

E o silencioso manto da morte cobriu a terra...

Imagem em: · https://www.galeriadometeorito.com/20 ...