Reginaldo Afonso Bobato

há 7 meses · 2 min. de leitura · visibility 0 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

Ame, cure que vai para o cimento

Ame, cure que vai para o cimento

O que é o amadurecimento?

É amar o duro porque é o cimento.

Mas o que é ser duro?

É conversar e eu juro que te curo, que é puro.

O que é ser puro?

É se justificar diante da verdade que influências perniciosas são convencimentos mentirosos e que ocultam fraquezas profundas desapercebidas pelo próprio orador que não enxerga alienação mental em si mesmo, pois além de ter prejudicado a si mesmo, já prejudicou muita gente, mesmo que alegue que esta pessoa já era viciada em entorpecentes.

O objeto disso é saber com antecedência que certos argumentos convincentes são mentiras contextuais e um rastro de inverdades acometidas com o dolo e o pecado.

AS pessoas têm complexos de inferioridade, e tenta compensá-lo de um modo ou de outro, e há aqueles que fazem cursos e mais cursos e se desenvolvem profissionalmente, e assim conseguem encontrar instintivamente um real balanceamento, mesmo que tenha havido traumas psicossomáticos.

Outras pessoas encontram falsos balanceamentos como por exemplo usam drogas ilícitas, se embriagam, usam cigarros de tabaco, e quando a pessoa defende estes falsos balanceamentos já está prejudicando outras pessoas.

Veja os argumentos, maconha não é droga.

Ela diz que não é viciada, que é usuária e que é forte, pois já provou LSD, pílula de êxtase, cheirou cocaína e que não sente falta destas substâncias proibidas pela lei e pela ordem.

Alegam que trabalham dignamente e que usam drogas por serem boas pois elas causam euforia e desinibição.

Outros ainda alegam, cheirar cocaína sim, na veia não.

Outros ainda alegam que conciliam bem o trabalho com as drogas, e que se sustentam sozinhas mesmo usando drogas.

Outras ainda alegam que a maconha faz menos mal do que o cigarro de tabaco, e que fumam um baseado de manhã e outro a noite, pois alegam que a maconha acalma.

Outros alegam que tem cursos profissionalizando e que usaram e usam drogas e que as drogas não interferiram no aprendizado.

Outros ainda alegam que são fases da vida que estão aproveitando.

Alguns ainda querem fazer coleções de conquistas insanas.

Outros querem se portar de forma classista e extrovertida.

Note que estas pessoas estão ocultando complexos de imperiosidade e que não querem revela-los nem para si mesmos

Gostaria de lembrar que o homem deve ser educado desde o berço para o casamento institucionalizado e precisa ler o que escrevi, pois acredite, o foi com sofrimento.

Observe que a primeira vista e a primeira tentativa para que traficantes e usuários de drogas ilícitas te iniciem neste submundo é com o coito sexual, pois eles viram que você foi acessível e que será. Então saia do meio de afetação psicopatológica, mesmo que te chamem de ante social, de orgulhoso, de soberbo, pelo menos até atingir um nível de maturidade o suficiente para repelir qualquer argumento a favor do coito sexual livre, de atos libidinosos, , de tabagismo, de alcoolismo argumentos a favor de drogas ilícitas, e busque por auto assessória, e procure se lembrar de buscar uma palavra amiga num consultório de filosofia, ao passo que se você revelar tua intimidade a um inimigo íntimo, correrá o risco de sofrer de escárnio (bulling) Autor Reginaldo Afonso Bobato 

Ame, cure que vai para o cimento
thumb_up Relevante message Comentar
Comentários

Mais artigos de Reginaldo Afonso Bobato

Ver blog
há 5 meses · 2 min. de leitura

Suas ticas?

Suas ticas? · Era uma vez, e a vez e eu não tinha ...

há 5 meses · 2 min. de leitura

Se é puro é duro

Se é puro é duro · Se é puro é duro · Se você te ...