Reginaldo Afonso Bobato

há 6 meses · 2 min. de leitura · visibility ~10 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

Cinte e cientificamente consciente

Cinte e cientificamente consciente

A geração do século vinte foi uma geração cheia de traumas psicossomáticos oriundos de exposição sarcástica.

O que vem a ser um trauma psicossomático?

É um erro cometido, e você o comete instintivamente sem saber com profundidade que é um erro, na maioria dos casos, dos acontecimentos.

Você o comete? (mete)

Então faça amor, não acometimentos. (come)

Você diria que fazer amor é o mesmo que fazer sexo!

Não é verdade.

Veja a grande diferença...

Fazer é fá e você zera, ou seja, não é a luxúria propriamente dita que te faria fugitivo, quando você atingir este grande objetivo da vida, você atingiu um grande objetivo da ciência social, é o êxtase, a glória verdadeira, o entusiasmo, a paz de um casal, o consentimento supremo, a aprovação divina do não pecado, o prefácio de notórios sentimentos, a condição especulativa sem medo ou temor, e em suma, a verdade, e você daí não some, é ver os dados, não somente os comprados (é com o Dom e são os prados)

Veja como se comporta a luxúria:

Você corre o risco de ser taxado de maníaco sexual, de pervertido, de inescrupuloso, de rebelde, de paranoico, de esquizofrênico, de insano, de patife, de cafajeste, de cretino, de mau caráter, de estuprados (é es e tu são os prados, ou seja, pisam), de ninfomaníaco, de mau caráter, de libidinoso, de pervertido, de subversivo e de tudo que o homem mais vil de todos não é chamado, tudo pelas suas costas instintivamente e inconscientemente) Autor Reginaldo Afonso Bobato

Cinte e cientificamente consciente

Cinte e cientificamente consciente

A geração do século vinte foi uma geração cheia de traumas psicossomáticos oriundos de exposição sarcástica.

O que vem a ser um trauma psicossomático?

É um erro cometido, e você o comete instintivamente sem saber com profundidade que é um erro, na maioria dos casos, dos acontecimentos.

Você o comete? (mete)

Então faça amor, não acometimentos. (come)

Você diria que fazer amor é o mesmo que fazer sexo!

Não é verdade.

Veja a grande diferença...

Fazer é fá e você zera, ou seja, não é a luxúria propriamente dita que te faria fugitivo, quando você atingir este grande objetivo da vida, você atingiu um grande objetivo da ciência social, é o êxtase, a glória verdadeira, o entusiasmo, a paz de um casal, o consentimento supremo, a aprovação divina do não pecado, o prefácio de notórios sentimentos, a condição especulativa sem medo ou temor, e em suma, a verdade, e você daí não some, é ver os dados, não somente os comprados (é com o Dom e são os prados)

Veja como se comporta a luxúria:

Você corre o risco de ser taxado de maníaco sexual, de pervertido, de inescrupuloso, de rebelde, de paranoico, de esquizofrênico, de insano, de patife, de cafajeste, de cretino, de mau caráter, de estuprados (é es e tu são os prados, ou seja, pisam), de ninfomaníaco, de mau caráter, de libidinoso, de pervertido, de subversivo e de tudo que o homem mais vil de todos não é chamado, tudo pelas suas costas instintivamente e inconscientemente) Autor Reginaldo Afonso Bobato


thumb_up Relevante message Comentar
Comentários

Mais artigos de Reginaldo Afonso Bobato

Ver blog
há 5 meses · 1 min. de leitura
Reginaldo Afonso Bobato

E um Rei, você lê é uma legião Metáfora, analagia e etimologia da palavra religião

´´E um Rei, você lê é uma legião · Metáfora, anala ...

há 5 meses · 2 min. de leitura
Reginaldo Afonso Bobato

Suas ticas?

Suas ticas? · Era uma vez, e a vez e eu não tinha ...

há 5 meses · 1 min. de leitura
Reginaldo Afonso Bobato

Doutrina é dar a crina, quem monta então, e hipo é uma crise?

Doutrina é dar a crina, quem monta então, e hipo é ...