Camilo jesus

há 4 meses · 4 min. de leitura · visibility ~100 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

Definição e significado do código QR

QR significa "Resposta Rápida".

Embora possam parecer simples, os códigos QR são capazes de armazenar muitos dados. Mas não importa o quanto eles contenham, quando lidos, o código QR deve permitir que o usuário acesse as informações instantaneamente - por isso é chamado de código de resposta rápida.

O que são códigos QR?

Um código QR é um tipo de código de barras que pode ser lido facilmente por um dispositivo digital e que armazena informações como uma série de pixels em uma grade quadrada. Os códigos QR são frequentemente usados para rastrear informações sobre produtos em uma cadeia de suprimentos e - porque muitos smartphones têm leitores QR integrados - eles são usados frequentemente em campanhas de marketing e publicidade. Mais recentemente, eles desempenharam um papel fundamental, ajudando a rastrear a exposição ao coronavírus e a retardar a disseminação do vírus.

O primeiro sistema de código QR foi inventado em 1994 pela empresa japonesa Denso Wave, uma subsidiária da Toyota. Eles precisavam de uma maneira mais precisa de rastrear veículos e peças durante o processo de fabricação. Para isso, eles desenvolveram um tipo de código de barras que poderia codificar kanji, kana e caracteres alfanuméricos.

Os códigos de barras padrão só podem ser lidos em uma direção - de cima para baixo. Isso significa que eles podem armazenar apenas uma pequena quantidade de informações, geralmente em formato alfanumérico. Mas um código QR é lido em duas direções - de cima para baixo e da direita para a esquerda. Isso permite que ele armazene um número significativamente maior de dados.

Os dados armazenados em um código QR podem incluir URLs de sites, números de telefone ou até 4.000 caracteres de texto. Os códigos QR também podem ser usados para:

  • Linkar diretamente para baixar um aplicativo na Apple App Store ou Google Play.
  • Autenticar contas online e verificar os detalhes de login.
  • Acessar o Wi-Fi armazenando detalhes de criptografia, como SSID, senha e tipo de criptografia.
  • Enviar e receber informações de pagamento.
  • E muito mais - uma empresa no Reino Unido chamada QR Memories até cria códigos QR para uso em lápides, permitindo que as pessoas leiam o código para ler mais sobre a vida da pessoa falecida (se tiverem um obituário ou uma notícia relacionada a eles online).

A equipe de desenvolvimento por trás do código QR queria tornar o código fácil de ler, para que os operadores não perdessem tempo colocando-o no ângulo certo. Eles também queriam que tivesse um design distinto para facilitar a identificação. Isso os levou a escolher a forma quadrada icônica que ainda é usada hoje.

A Denso Wave tornou seu código QR publicamente disponível e declarou que não exerceria seus direitos de patente. Isso significava que qualquer pessoa poderia criar e usar códigos QR.

A aceitação inicial da ideia foi lenta; no entanto, em 2002, os primeiros telefones celulares contendo leitores de QR integrados foram comercializados no Japão. O uso de smartphones levou a um aumento do número de empresas que utilizam códigos QR.

Em 2020, o Denso Wave continuou a melhorar seu design original. Seus novos códigos QR incluíam rastreabilidade, proteção de marca e medidas para evitar falsificação. Existem muitos novos usos para o código QR, desde a transferência de pagamentos até a determinação da posição dos objetos em realidade aumentada.

Como leio os códigos QR?

A maioria dos smartphones tem scanners de códigos QR, que às vezes são integrados à câmera. Um scanner de código QR é simplesmente uma maneira de escanear códigos QR.

Alguns tablets, como o Apple iPad, têm leitores de QR integrados às câmeras.

Alguns dispositivos mais antigos podem exigir um aplicativo específico para ler códigos QR - esses aplicativos estão disponíveis na App Store da Apple e no Google Play.

Ler um código QR usando seu dispositivo é simples:

  1. Abra o aplicativo leitor de QR code ou a câmera do seu smartphone.
  2. Aponte para o código QR - você deve ser capaz de apontar sua câmera de qualquer ângulo e ainda receber as informações necessárias.
  3. Os dados serão exibidos instantaneamente na tela - por exemplo, se o código QR contiver detalhes de contato, seu telefone deverá baixá-los instantaneamente.

Os códigos QR são seguros?

Os invasores podem incorporar URLs maliciosas contendo malware personalizado em um código QR que pode tirar dados de um dispositivo móvel quando escaneado. Também é possível incorporar uma URL maliciosa em um código QR que direciona para um site de phishing , onde usuários desavisados podem divulgar informações pessoais ou financeiras.

Como os humanos não podem ler os códigos QR, é fácil para os invasores alterarem um código QR para apontar para um recurso alternativo sem serem detectados. Embora muitas pessoas estejam cientes de que os códigos QR podem abrir uma URL, elas podem estar menos cientes das outras ações que os códigos QR podem iniciar no dispositivo de um usuário. Além de abrir um site, essas ações podem incluir adicionar contatos ou escrever e-mails. Esse elemento surpresa pode tornar as ameaças à segurança do código QR especialmente problemática.

TyaS1.png

Um ataque típico envolve colocar códigos QR maliciosos em público, às vezes encobrindo códigos QR legítimos. Usuários desavisados que escaneiam o código são levados a uma página da web maliciosa que pode hospedar um kit de exploração, levando ao comprometimento do dispositivo ou a uma página de login falsificada para roubar as credenciais do usuário. Alguns sites fazem downloads drive-by, portanto, a simples visita ao site pode iniciar o download de um software malicioso.

Dispositivos móveis, em geral, tendem a ser menos seguros do que computadores ou laptops. Como os códigos QR são usados em dispositivos móveis, isso aumenta os riscos potenciais.

Os códigos QR coletam minhas informações e dados pessoais?

O software de geração de código QR não coleta informações de identificação pessoal.

Os dados que ele coleta - e que são visíveis para os criadores do código - incluem a localização, o número de vezes que o código foi lido e em que horas, além do sistema operacional do dispositivo que leu o código (ou seja, iPhone ou Android) .

Alguém pode hackear um código QR?

Os próprios códigos QR não podem ser hackeados - os riscos de segurança associados aos códigos QR derivam do destino dos códigos QR, e não dos próprios códigos.

Os hackers podem criar códigos QR maliciosos que enviam os usuários a sites falsos que capturam seus dados pessoais, como credenciais de login, ou mesmo rastreiam sua geolocalização em seus telefones.

É por isso que os usuários de celular devem ler apenas códigos de remetentes confiáveis.

thumb_up Relevante message Comentar
Comentários