Reginaldo Afonso Bobato

há 3 anos · 1 min. de leitura · visibility 0 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

Quando você souber...

Quando você souber...

No princípio não era assim, quis o criador supremo que o homem aprendesse filosofia, e na imensa humildade do criador supremo quis aprender um pouco mais com o ser humano.

Qual é o sentido da vida propriamente dita?

Roubar e viver escondido?

Matar e viver com problemas de consciências?

Ter um conforto patético em razão da captação de dinheiro?

Copular com várias mulheres e ser entregue à injúria e ao perjúrio?

Ficar sem dormir em razão de ameaças alheias?

Correr o risco então de ser indiciado por estupro?

Correr então o risco de ser molestado em razão de vinganças sutis e imperceptíveis?

Qual é o sentido da vida?

Perder os escrúpulos?

Embriagar-se, drogar-se?

Ir de encontro então ao que todos esperavam de você, quer seja, arrogante, presunçoso, prepotente, soberbo, altivo, insignificante, lascivo, libidinoso, perverso, irresponsável,...

Qual é o sendo da vida?

Ser esnobe?

O sentido da vida é saber para viver e viver para saber sobre o saber filosófico, o saber e poder então transmitir o saber, saber sem saber, e à vezes não saber sabendo, existir então e persistir nesta existência, contribuir com ela, e dizer as vezes e não somente às vezes, não sei, mas quero saber sobre o saber psicofilosófico. Autor Reginaldo Afonso Bobato

ee76bdb7.jpg

Quando você souber...

No princípio não era assim, quis o criador supremo que o homem aprendesse filosofia, e na imensa humildade do criador supremo quis aprender um pouco mais com o ser humano.

Qual é o sentido da vida propriamente dita?

Roubar e viver escondido?

Matar e viver com problemas de consciências?

Ter um conforto patético em razão da captação de dinheiro?

Copular com várias mulheres e ser entregue à injúria e ao perjúrio?

Ficar sem dormir em razão de ameaças alheias?

Correr o risco então de ser indiciado por estupro?

Correr então o risco de ser molestado em razão de vinganças sutis e imperceptíveis?

Qual é o sentido da vida?

Perder os escrúpulos?

Embriagar-se, drogar-se?

Ir de encontro então ao que todos esperavam de você, quer seja, arrogante, presunçoso, prepotente, soberbo, altivo, insignificante, lascivo, libidinoso, perverso, irresponsável,...

Qual é o sendo da vida?

Ser esnobe?

O sentido da vida é saber para viver e viver para saber sobre o saber filosófico, o saber e poder então transmitir o saber, saber sem saber, e à vezes não saber sabendo, existir então e persistir nesta existência, contribuir com ela, e dizer as vezes e não somente às vezes, não sei, mas quero saber sobre o saber psicofilosófico. Autor Reginaldo Afonso Bobato


thumb_up Relevante message Comentar
Comentários

Mais artigos de Reginaldo Afonso Bobato

Ver blog
há 8 meses · 1 min. de leitura
há 8 meses · 1 min. de leitura

A lei é o leite, não o cigarro

A lei é o leite, não o cigarro · Sugiro um projet ...

há 8 meses · 1 min. de leitura

Doutrina é dar a crina, quem monta então, e hipo é uma crise?

Doutrina é dar a crina, quem monta então, e hipo é ...