Sergio Weinfuter

há 4 anos · 4 min. de leitura · visibility ~10 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

RELEVANTE OU IRRELEVANTE, EIS A QUESTÃO!

J gu

                           Imagem: http://www.academiadomarketing.com.br/indice-de-relevancia-do-facebook-ads/




A relevância ou irrelevância de algo muda de pessoa para pessoa, quanto mais relevante for o objeto, mais ele trará satisfação pessoal. Por isso cada qual tem suas prioridades e nem sempre o que é relevante para uma pessoa é realmente necessário para outra. Vivemos em um mundo mergulhado na diferença e cada pessoa estabelece suas prioridades pessoais, tornando tudo o que acontece relacionado aos seus objetivos, com maior relevância.


Quem mora no deserto com toda certeza atribui a água um valor muito mais alto do que para quem vive em locais de mananciais de água e consegue ter o benefício quase de graça, mas no deserto ela é vendida a peso de ouro. Próximo do Brasil a Venezuela por ter grandes reservas de petróleo vende a gasolina a meros centavos, enquanto que no Brasil ela é comercializada por muito mais valor, impactando dessa forma na renda familiar.


b5b9b849.jpg
Para quem vive na costa litorânea e pode todos os dias se alimentar dos peixes e frutos do mar, não vê nada anormal e se puder comer uma dúzia deles de cada vez, tanto melhor. Porém mais para o interior, longe da costa marítima, o valor dos peixes e frutos do mar ficam altíssimo e muitos restaurantes o vende a preços exorbitantes. Poucas pessoas conseguem comprar e consumir tal iguaria, enquanto que para os pescadores, se não forem comercializados, não há valor algum.


O paciente de um hospital a sua maior relevância está na cura de sua doença ou se não houver cura, tenta viver seus últimos dias, da melhor maneira possível. Não há relevância para os bens materiais, dinheiro, casa, carros, roupas e tantas outras coisas se tornaram supérfluas e para o paciente, sua maior relevância está no dia de amanhã. Não sabe se terá, mas se apega com todas as suas forças e sobrevive mais um dia nessa esperança.


Quem vive em uma casa cercada por luxo, com belos carros a seu dispor e muitos empregados para o servir, com toda certeza nem pensa sobre o que está desfrutando e muitas vezes reclama pela vida que tem. Está tão acostumada a desfrutar do luxo que não percebe que é um ser privilegiado. Por outro lado, as pessoas que vivem nas ruas, não tem família, casas e muito menos carros, desejam todos os dias por um teto que possam ter sobre suas cabeças, mesmo que esse teto seja somente uma marquise nas grandes cidades.


Dormem da melhor maneira que conseguem em cima de um papelão sabendo que no outro dia tudo vai recomeçar. Precisam sair em busca de comida, mesmo que a encontre no lixo, precisa matar a sua fome e novamente antes de anoitecer encontrar outro local para sua cabeça reclinar e poder descansar mais uma noite. Para essas pessoas a relevância está na comida que eles não têm disponíveis, anseiam por uma vida em família que lhes foi roubada e a cada noite que se aproxima, sabem que precisam de um teto para dormir.


5a8e3921.jpg
Viciados vivendo nas ruas, não tendo um teto para dormir, sem carros, belas roupas, suas prioridades não estão nessas coisas. Precisam todos os dias de mais uma dose e fazem tudo para conseguir alcançar seu objetivo. Homens assaltam, roubam, matam e estupram, fazendo de suas vontades suas prioridades e nada além disso tem relevância para eles. Fazem de tudo para conseguirem dinheiro ou objetos para tomar mais uma dose de sua droga, pois sem ela sua vida não é possível e o estupro para eles somente foi uma consequência de suas atitudes.

Nessa corrida em busca da dose de cada dia as mulheres também não são exceções e milhares delas enfrentam as ruas, vivendo na truculência dos marginais, trabalhando a margem da lei, fazendo de seus corpos objetos de prazer para os outros. Quanto a elas, suas prioridades está em conseguir sua droga favorita, nem que tenham que transar por ela, seus corpos não tem relevância alguma em sua transação comercial. São escravas e escravos de seus vícios, o mundo tornou-se irrelevantes para eles.


Saindo das ruas e mergulhando nas prioridades das pessoas que vivem de seus salários, pais de família com vários filhos, sabem que precisam dar um mínimo de conforto para sua família e por isso sua prioridade está em conseguir um aumento em seu salário. Já para um líder de setor suas prioridades está em subir de cargo e quem sabe ser o gerente de amanhã. O gerente por sua vez está de olho em outro cargo, pensando em ser o próximo supervisor da empresa. O supervisor pensa em melhorar seu cargo e se não for possível, se tornar o mais novo empresário.


821235ba.jpg
Já a relevância do empresário está em expandir sua empresa, montar mais uma filial, aumentar seus investimentos e de quebra, ganhar mais dinheiro. Nessa corrida as relevâncias mudam constantemente e o que hoje era relevante, amanhã poderá ser completamente irrelevante. Relevante ou irrelevante, eis a questão. Ela muda constantemente de lado e podemos constatar diariamente esse tipo de mudança.


Para um cego a relevância está em enxergar, mas para um surdo a relevância está em ouvir. Porém para que ouve e enxerga, mas falta-lhe um dos membros, sua relevância está em poder recuperar o membro perdido. A relevância ou irrelevância para as pessoas é como o estômago quando sabe que a hora do almoço se aproxima. Ele ronca geme até que alguém o comece saciá-lo. Porém logo após o almoço, com o estômago doendo de tanto comer, a pessoa pode passar por um banquete, não vai sentir vontade de comer, pelo contrário, vai sentir repulsa ao seu a comida.


É dessa forma que a relevância ou irrelevância muda para cada pessoa, pois após ter conseguido o objetivo ele já não tem tanta importância e o que era muito relevante, agora já não tem relevância alguma. Vivemos de objetivo em objetivo, traçando desta forma um sentido as nossas vidas, mas conforme vamos alcançando eles, partimos para o próximo, mudamos de rumo e a alta relevância que havia naquele tipo de prioridade acaba por não ter relevância alguma, por isso, relevante ou não relevante, eis a questão!


Meu blog:

http://guerreiro-das-sombras.webnode.com/


""""
thumb_up Relevante message Comentar
Comentários

Mais artigos de Sergio Weinfuter

Ver blog
há 9 meses · 5 min. de leitura

Pandemia: O Brasil de ponta cabeça

Imagem: · https://brasilescola.uol.com.br/doencas/ ...

há 10 meses · 3 min. de leitura

Um fevereiro sem carnaval

Imagem:https://tudo-sobre.estadao.com.br/carnaval ...

há 1 ano · 5 min. de leitura

O valor de uma vida

Imagem: · https://omunicipio.com.br/salve-a-laurin ...