Reginaldo Afonso Bobato

há 5 meses · 2 min. de leitura · visibility 0 ·

chat Entre em contato com o autor

thumb_up Relevante message Comentar

Um ato secular

Um ato secular

Um ato secular

Um ato somente deveria antes de seu desfecho haver vinte e cinco anos de reflexão escritos, e é por isso que é preciso a leitura contextual de forma a impedir acontecimentos trágicos e funestos.

É notória a presença da ciência social instintivamente quem é casado, posto que seria como várias premissas sendo empregadas naturalmente, sobretudo correlatas ao sexo, e mesmo assim é preciso ter e impor limites a si mesmo e no outro de forma a preservar valores morais e filosóficos de essência, para que a pessoa não seja colocada em constrangimento psicológico e até legal, por causa de uma mera chupeta, que parece inofensiva, mas que pode destruir não somente o casamento do homem, mas tudo o que lhe pertence, e ser despojado do seio familiar, devido são falta de sabedoria e falta de visão do futuro.

Sexo oral e anal são traumas psicossomáticos oriundos de exposição sarcástica de elevado grau e podem destruir a imagem do homem, tanto ativo como passivo, mais ainda se for ativo, pois ficará com o codinome de agressor em potencial e não passam de molestamentos, (mole) e os desejos devem vir do fundo da alma, e eu gostaria de reiterar que a mulher mas bela do mundo se for iniqua, perversa, inescrupulosa, mal caráter, perversa, patife faria o homem mais viril de todos perder sua ereção se ele tiver ciência destes pareceres.

Quero te lembra que existe o prazer moral e o corporal, e se não existe junção dos dois, é trauma psicossomático de elevado grau.

Veja o que podem dizer do homem mesmo tendo muitas posses se ele cometer o coito anal e oral:

Cafajeste, patife, cretino, mau caráter, libidinoso, perverso, subversivo, inescrupuloso, rebelde, que pertence a uma paz mordida e que é uma guerra sem causa,

Se dentro dos limites bem frisados pela filosofia o homem casado se comportar, quer seja, fiel a sua legítima esposa, ele será agraciado de predicados enaltecedores do caráter, tais como garanhão, másculo, respeitador, fiel, devotado, carinhoso, meigo, dedicado, tudo isso é prazer moral. Autor Reginaldo Afonso Bobato


Um ato secular

Um ato secular

Um ato secular

Um ato somente deveria antes de seu desfecho haver vinte e cinco anos de reflexão escritos, e é por isso que é preciso a leitura contextual de forma a impedir acontecimentos trágicos e funestos.

É notória a presença da ciência social instintivamente quem é casado, posto que seria como várias premissas sendo empregadas naturalmente, sobretudo correlatas ao sexo, e mesmo assim é preciso ter e impor limites a si mesmo e no outro de forma a preservar valores morais e filosóficos de essência, para que a pessoa não seja colocada em constrangimento psicológico e até legal, por causa de uma mera chupeta, que parece inofensiva, mas que pode destruir não somente o casamento do homem, mas tudo o que lhe pertence, e ser despojado do seio familiar, devido são falta de sabedoria e falta de visão do futuro.

Sexo oral e anal são traumas psicossomáticos oriundos de exposição sarcástica de elevado grau e podem destruir a imagem do homem, tanto ativo como passivo, mais ainda se for ativo, pois ficará com o codinome de agressor em potencial e não passam de molestamentos, (mole) e os desejos devem vir do fundo da alma, e eu gostaria de reiterar que a mulher mas bela do mundo se for iniqua, perversa, inescrupulosa, mal caráter, perversa, patife faria o homem mais viril de todos perder sua ereção se ele tiver ciência destes pareceres.

Quero te lembra que existe o prazer moral e o corporal, e se não existe junção dos dois, é trauma psicossomático de elevado grau.

Veja o que podem dizer do homem mesmo tendo muitas posses se ele cometer o coito anal e oral:

Cafajeste, patife, cretino, mau caráter, libidinoso, perverso, subversivo, inescrupuloso, rebelde, que pertence a uma paz mordida e que é uma guerra sem causa,

Se dentro dos limites bem frisados pela filosofia o homem casado se comportar, quer seja, fiel a sua legítima esposa, ele será agraciado de predicados enaltecedores do caráter, tais como garanhão, másculo, respeitador, fiel, devotado, carinhoso, meigo, dedicado, tudo isso é prazer moral. Autor Reginaldo Afonso Bobato



thumb_up Relevante message Comentar
Comentários

Mais artigos de Reginaldo Afonso Bobato

Ver blog
há 5 meses · 2 min. de leitura

Suas ticas?

Suas ticas? · Era uma vez, e a vez e eu não tinha ...

há 5 meses · 2 min. de leitura

Revogação da liberação do uso da maconha para fins medicinais

Revogação da liberação do uso da maconha para fins ...